FETRACOM | Fetracom - Federação dos Trabalhadores no Comércio nos Estados de Goiás e Tocantins

Notícias

Notícias Filiados

Inflação desacelera em março e chega ao menor nível para o mês desde o Plano Real

Publicado em : 10/04/2018

Fonte : Folha de São Paulo -

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que mede a inflação oficial do país, variou 0,09% em março, bem abaixo do 0,32% registrado em fevereiro deste ano ou do 0,25% de março de 2017, divulgou o IBGE nesta terça-feira (10). 

Nos 12 meses até março, o índice  acumula 2,68%, ante 2,84% em fevereiro. No ano, registra 0,7%. Tanto a variação mensal quanto o acumulado no ano representaram o menor nível para um mês de março desde a implantação do Plano Real, em 1994.

Segundo o gerente do índice, Fernando Gonçalves, a desaceleração de março se deve principalmente à redução dos preços das passagens aéreas, em média 15% mais baratas.

“Se considerarmos janeiro e fevereiro como meses de férias, a tendência é de os preços caírem em março, com a volta às aulas”, explica.

Com isso, o setor de transportes também registrou deflação, de 0,25%. Os combustíveis caíram 0,04%, com destaque para a gasolina (-0,19%).

Outro grupo que contribuiu para a queda foi o de comunicação, com deflação de 0,33%, motivada pela redução nas tarifas das ligações locais e interurbanas, de fixo para móvel, desde 25 de fevereiro.

As altas ficaram por conta de frutas — 5,32%, maior impacto individual sobre o índice—, que, com a sazonalidade da oferta, puxaram levemente o grupo de alimentação e bebidas (0,07%). 

“Apesar disso, também por conta da oferta, os preços das carnes (-1,18%), do tomate (-5,31%) e do frango inteiro (-2,85%) caíram”, diz Gonçalves.

O aumento dos planos de saúde e o reajuste nas tarifas de energia elétrica do Rio de Janeiro também participaram significativamente na composição da inflação de março.

O grupo saúde e cuidados pessoais apresentou a maior variação no mês (0,48%), com os planos de saúde subindo 1,06%.

No grupo habitação, a alta de 0,19% foi impulsionada pela energia elétrica (0,67%), devido à apropriação dos reajustes de 9,09% e 21,46% nas tarifas das concessionárias do Rio de Janeiro, em vigor desde 15 de março. 

 

Fonte: Folha de São Paulo


Sindicato tem vitória na luta pelo imposto sindical

Sindicato tem vitória na luta pelo imposto sindical

 18/01/2019

 Blog Baguete

O Sindpd, sindicato paulista que é o maior do setor de TI no país, obteve uma vitória para sua posição de que só funcionários sindicalizados devem ser beneficiados pelos acordos coletivos negociados pelo sindicato. A procuradora do Trabalho [...]





Novo secretário deve buscar aprimoramento do SINE

Novo secretário deve buscar aprimoramento do SINE

 10/01/2019

 Blog Justiça em Foco

A Secretaria de Políticas Públicas de Emprego será comandada por Fernando de Holanda Barbosa Filho (foto), pesquisador da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e economista formado pela UFRJ com PhD pela New York University. Apesar do bom currículo, o [...]




MTE: Ação no STF pede volta de pasta

MTE: Ação no STF pede volta de pasta

 09/01/2019

 Estado de São Paulo

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) ingressou ontem no Supremo Tribunal Federal (STF) com uma ação direta de inconstitucionalidade contra dispositivos da primeira medida provisória do governo de Jair Bolsonaro (PSL) que extinguiu o Ministério do [...]






Ação da Via Varejo cai com troca de comando

Ação da Via Varejo cai com troca de comando

 27/12/2018

 Estado de São Paulo

A troca de comando da Via Varejo (dona da Casas Bahia e Ponto Frio) - a quarta desde 2014 - e a decisão de seu controlador, o grupo francês Casino, de vender sua participação na companhia na Bolsa, caso não encontre um comprador para o negócio [...]