FETRACOM | Fetracom - Federação dos Trabalhadores no Comércio nos Estados de Goiás e Tocantins

Notícias

Notícias Filiados

Pesquisa da CNI revela queda na confiança do consumidor brasileiro em fevereiro

Publicado em : 02/03/2018

Fonte : Estado de São Paulo -

A confiança do consumidor brasileiro caiu 1,6% em fevereiro, de acordo com o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec), divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta sexta-feira, 2. O indicador atingiu 102,7 pontos, um recuo de 0,2% em relação a janeiro e 4,9% inferior à média histórica.

"A permanência do INEC em um patamar baixo sugere que a recuperação da demanda nos próximos meses continuará a ser moderada", afirma a confederação.

Na comparação com fevereiro de 2017, as expectativas estão melhores apenas em relação ao endividamento e à renda pessoal e houve piora nas projeções para a inflação, situação financeira e desemprego. Houve uma melhora de 0,3% nas projeções para o endividamento na comparação anual e de 0,9% na mensal.

O número dos que esperam queda nos preços caiu 2,9% em relação ao ano passado, mas subiu 2% na comparação com janeiro. O grupo dos que esperam queda no desemprego caiu 0,2% e 1,3% nas duas comparações. As expectativas em relação à renda pessoal caíram 3% em relação ao ano anterior, mas subiram 0,3% em relação a janeiro.

Houve queda também na expectativa de compra de bens de maior valor tanto na comparação anual (2%) quanto na mensal (1,7%). As projeções para a situação financeira também pioraram nas comparações anual (1,9%) e mensal (0,3%).




No Brasil, mãe recebe até 40% menos

No Brasil, mãe recebe até 40% menos

 11/12/2018

 Estado de São Paulo

Além das distorções salariais em relação aos homens, as mulheres enfrentam um outro desafio no mercado de trabalho - quanto mais filhos elas têm, menor é o salário que elas ganham. A diferença não é pequena, uma [...]


Desocupação no Brasil subiu para 12,5% entre 2015 e 2017

Desocupação no Brasil subiu para 12,5% entre 2015 e 2017

 05/12/2018

 Agência Brasil

A taxa de desocupação no Brasil, que era de 6,9%, subiu para 12,5% entre 2014 e 2017, o que significa 6,2 milhões de pessoas desocupadas a mais no período, com crescimento em todas as regiões e em todos os grupos etários. O trabalho informal chegou a [...]









Profissionais precisam ser cada vez mais digitais

Profissionais precisam ser cada vez mais digitais

 19/11/2018

 Folha de Londrina

O lápis apoiado sobre a orelha e um bloco para anotar os pedidos nas mãos. Foi assim que Rosenbergue Bueno, 64 anos, começou a trabalhar como balconista em uma loja de material de construção em 1974, em Londrina. A experiência adquirida ao longo de [...]